Consultoria Financeira Empresarial • (11) 96852-6705(11) 95967-1687(11) 98138-6040
Dicas

Dicas para o controle financeiro do seu negócio durante a pandemia

14/04/2021

A pandemia que estamos enfrentando trouxe um cenário de incertezas e vulnerabilidade para os negócios, principalmente para as pequenas e médias empresas.

Os desafios são inúmeros e cada nicho poderá encontrar alguns que são peculiares da sua área, mas as principais dificuldades são: incerteza sobre o futuro, queda no faturamento, pagamento de folha salarial e inadimplência.
Diante dessa situação, preparamos esse post para ajudar a sua empresa a superar essa fase e auxiliar você a ter mais controle financeiro.

Controle Financeiro para superar o Coronavírus

Projeção de Despesas

Sabemos que fazer um planejamento com tantas incertezas sobre o futuro é difícil. Mas você precisa pensar em estratégias e projetar as suas despesas ao longo dos próximos meses, para caso a situação não mude.
Faça um levantamento de todos os custos fixos da sua empresa, e calcule o quanto você precisa para arcar com as suas contas.

Otimização dos Gastos

Como o faturamento dos próximos meses é incerto, você precisa reduzir os gastos ao máximo. Por isso, priorize o pagamento dos custos essenciais para o funcionamento do seu negócio.

Se estava planejando fazer algum investimento, evite. Reavalie se é realmente necessário neste momento.
Prazos com os fornecedores. Faça uma lista dos fornecedores mais importantes para o seu negócio e converse com eles. Explique a situação e negocie prazos mais longos, mesmo que isso acarrete em pagar juros, que, de maneira geral, são menores que do banco.

Ações para Manter Clientes

» Se o seu cliente não pode ir até você, vá até ele. O delivery pode ser a salvação para muitos negócios.
» Divulgue que a sua empresa está oferecendo esse serviço, entre em contato com seus clientes e se disponibilize para levar seus produtos para eles (seguindo todos os cuidados de proteção, se cuide!).
» E que tal aproveitar e vender aqueles itens que estão há tempos no estoque?
Faça promoções desses produtos. Assim, você faz controle de estoque, garante um pouco de capital de giro e vende o produto que estava parado.
» Outra estratégia bastante interessante para lidar com a crise é vender vouchers antecipados aos clientes.

O cliente paga agora, com um desconto, e pode usufruir do serviço quando a crise passar. E você garante um pouco de capital de giro no presente.

Tenha em mente que as redes sociais, como Instagram e WhatsApp, são parceiras estratégicas nesse momento. O comércio eletrônico também é uma grande alternativa para se aproximar dos clientes durante esse período.

Tecnologia a favor

Pode ser que o modelo de trabalho home office não seja o ideal para o seu tipo de negócio, mas você pode se adequar a ele para esse momento.

Há diversas ferramentas que facilitam o trabalho remoto, seja para Reuniões (Zoom, Google Meet e Google Hangouts); Gestão de tarefas (Trello e Asana); Armazenamento (Google Drive, Dropbox e OneDrive); e Trabalho Colaborativo (Miro, Mural e Whiteboard).

Empréstimos e Recursos para sua Empresa durante a pandemia

Antes de fazer qualquer empréstimo, você deve estudar seu negócio. Faça projeções, saiba quanto dinheiro é necessário, onde ele será investido e quais são as estratégias para esse momento de crise.

Existem várias opções de solicitação de crédito, confira três:

Crédito para Capital de Giro
A solicitação desse crédito costuma ser feita para manter o caixa estável e equilibrar as contas. Ele é bem simples de ser pedido, mas possui uma grande desvantagem: de forma geral, suas taxas costumam ser as mais altas por não ter nenhuma garantia.

Antecipação de Recebíveis
Este é um recurso que permite o recebimento de valores de forma antecipada, ou seja, o recolhimento de um dinheiro que você só iria receber no futuro. A maior desvantagem aqui são os juros. Um valor percentual é descontado na soma total dos valores que deseja antecipar, ou seja, você não recebe 100% do valor que receberia no futuro.

A antecipação não é um empréstimo, O que você paga ao banco ou a instituição são os juros descontados na antecipação – o valor depositado já cai com o desconto.

Atenção! Se planejar para isso, já que você está abrindo mão de receber aquele valor no futuro.

Financiamento

Quando você precisa adquirir um bem, mas não conta com o valor total para compra, pode solicitar um financiamento. A instituição financia esse bem e você paga para ela conforme negociado no contrato.

Mas fique de olho no controle financeiro! Geralmente, os financiamentos são para aquisição de máquinas, veículos e outros bens com valores altos. Mas outros itens também podem ser financiados.

Nesse caso, a nossa dica é prestar muita atenção aos juros. Caso você atrase alguma parcela são cobrados juros sobre juros, com a chance de virar uma grande bola de neve.

Nessa modalidade, ainda existe a amortização. Ela consiste em pagar uma parte do valor devido (por exemplo, após a crise) e ter essa quantia abatida no total das parcelas e por consequência o abatimento de parte dos juros.

Agende uma conversa e comece a ter profissionais em gestão financeira trabalhando para o seu sucesso.