Consultoria Financeira Empresarial • (11) 96852-6705(11) 95967-1687(11) 98138-6040
Dicas

Valuation: como calcular o valor da sua empresa?

24/08/2021

Uma dúvida bastante comum é como fazer o valuation. O método mais utilizado em médias e grandes empresas é o fluxo de caixa descontado. Para começar é preciso estabelecer um período de análise, sendo o mais comum um período de cinco anos.

Essa escolha pode variar de acordo com o tempo e estabilidade da empresa, sendo permitido períodos de 10 anos a até mesmo perpétuos.

O primeiro passo é prever os lucros da empresa no período proposto, ou seja, fazer um fluxo de caixa projetado, sendo o lucro a diferença entre receitas e despesas. Essa projeção em geral considera uma taxa de crescimento.

O segundo passo envolve a taxa de desconto. A taxa de desconto é a taxa de remuneração que o investidor quer receber ao longo deste período e ela varia com a percepção de risco ou apenas o desejo dele.

O cálculo em si é trazer para o presente os lucros mensais projetados da empresa ao longo do período escolhido descontando a remuneração pretendida. A soma destes valores é o valor atual da empresa.

Valuation em pequenas empresas

O método mais utilizado em avaliações de empresas, o fluxo de caixa descontado, se vale de projeções de crescimento, faturamento e lucros. Isso, na prática, não se aplica à grande maioria das pequenas empresas.

Projetar o futuro delas ao longo de cinco anos é por demais impreciso, pois não se trata de empreendimentos estáveis.

Esse tipo de projeção é aceito pelos investidores quando se trata de empresas inovadoras com grande potencial de alavancagem, as startups. Mas quando falamos de empresas tradicionais, como bares, confecções, prestadores de serviços e similares, isso não se aplica.

Na prática, pequenas empresas são vendidas sem avaliação de profissionais e seu valuation é feito pelas partes envolvidas considerando apenas o patrimônio líquido e múltiplos do faturamento. Isso, naturalmente, leva a preços injustos muitas das vezes, onde um dos dois, comprador ou vendedor, sai prejudicado.

Diante desta realidade de mercado, a outbox desenvolveu metodologias adicionais que melhoraram a prática do mercado ao negociar pequenas empresas e ao mesmo tempo adotam práticas das médias e grandes empresas.

Na avaliação de pequenas empresas a outbox utiliza basicamente quatro parâmetros:

  • Faturamento
  • Rentabilidade / lucratividade
  • Patrimônio líquido
  • Perspectivas em curto e médio prazo

Além disso, considera a realidade Atual e Realidade Provável. Isso é fundamental nos casos em que a empresa não está tendo lucro. Mesmo empresas que não têm lucro tem valor. Esses parâmetros são então utilizados em até quatro metodologias:

  • Lucratividade simples
  • Lucratividade composta
  • Fluxo de caixa descontado
  • Múltiplos de Ebitda

Conclusão

Como visto ao longo do texto, o valuation ou avaliação de empresa é fundamental para determinar o preço justo para comprar ou vender uma empresa.

Toda avaliação de empresa tem um nível de imprecisão, pois considera cenários futuros, mas isso não tira sua essencialidade. Prever o futuro é algo mais assertivo se feito com técnica.

Além disso, as avaliações também usam muitos dados objetivos, como a leitura do passado, o patrimônio líquido, faturamento e rentabilidades atuais, riscos legais, dentre outros. Fazer isso também exige técnicas.

O ideal quando se fala em avaliação de empresa, ou valuation, é utilizar profissionais experientes e cobrar deles a utilização de várias metodologias, permitindo um cálculo mais seguro do preço justo.

Agende uma conversa e comece a ter profissionais trabalhando para o seu sucesso.